O que minha estante diz sobre mim?

julho 01, 2020

Uma vez uma amiga me disse que se a gente quer muito alguma coisa, devemos mentalizar e pedir ao universo para que nosso desejo se realize. Pode até parecer bobagem, mas quando paro para pensar que no passado mentalizei o presente no qual vivo, isso é muito poderoso.

Em 2014 eu mentalizava que teria uma estante. Era tudo o que eu queria, uma estante. Não pensava nela cheia de livros ou de enfeites, só pensava em tê-la. Naquela época eu improvisava uma prateleira com uma porta velha de algum guarda-roupa desmontado, fazendo malabarismo com aquele pedaço de madeira para equilibrar os meus poucos livros, todos ganhados de presentes, já que eu não tinha condições de comprar. Era o mais próximo que eu podia chegar de ter uma estante. Foi nessa época também que as bibliotecas me proporcionaram boas leituras de livros que marcaram até hoje.

Minha estante em 2014

Os anos foram passando e chegamos agora em 2020, dona da estante que sempre sonhei. Cheia de livros que trabalhei para ter, recebidos das editoras e autores, comprados, ganhados de presentes. Uma estante que organizo de uma forma que consigo visualizar facilmente quantos livros escritos por homens e quantos escritos por mulheres e destes, quantos são de pessoas brancas e quantos de pessoas negras, quantos são de outras etnias.

Lembro de quando a prateleira de livros escritos por mulheres tinha mais autoras brancas do que negras e agora me emociono toda vez que vejo os livros de autoras negras já são maioria, ocupam uma prateleira inteira só delas.
Minha estante em 2020
Gosto de como a minha estante é composta por livros variados, que conscientemente incluí literaturas africanas, nacionais, de grandes, médias e pequenas editoras. Livros de literatura que dizem tanta sobre mim quanto os livros de teoria racial. Livros infantis com representações positivas de crianças negras.

Gosto dos enfeites da minha estante: a jiboia na parte de cima que espero ansiosamente pelo dia que começará  a ficar pendente, um exemplar do meu livro Vozes Negras em destaque, o desenho de uma menina negra lendo que era um chaveiro e eu transformei adesivo, o adesivo da Angela Davis, o ingresso do Museu Afro-Brasil com uma pintura, um cartão de visitas do Yorhán Araújo que transformei em adesivo... Tudo isso fala sobre quem eu sou.

Em 2020 eu tenho a estante que sonhei ter em 2014. Minha estante é como é porque levou tempo para ser construída, não foi um processo rápido e quem vê agora agora pode até pensar que sempre foi assim, mas não foi. Mentalize e jogue para o universo.

You Might Also Like

38 comentários

  1. O texto e todo o sentimento que ele emana são tão lindos quanto a sua estante. Me emocionei.

    ResponderExcluir
  2. Acho que o montar a estante é a parte mais gostosa,mais do que ter ir construindo aos pouquinhos.Eu sou 0 apegada ao livro como material só os livros que mais amo,mas nada como uma estante cheia de memórias e significados.

    ResponderExcluir
  3. como é gostoso olhar pro Agora e perceber que estamos onde queríamos estar. sentimento raro! ✨

    ResponderExcluir
  4. Delícia é perceber que o melhor da estante completa é o caminho pra construir ela e todos os aprendizados adquiridos

    ResponderExcluir
  5. História inspiradora...vou tentar reorganizar minha estante tipo assim... obrigada pelas dicas!!!!

    ResponderExcluir
  6. Eu sempre acreditei muito nisso também de emanar para o universo e depois de muito tempo olhar que tenho, o que mentalizei, e ver que deu certo! Não sei se o universo ajuda ou não mas com certeza a força que fica inconsciente nos move para o que desejamos!

    ResponderExcluir
  7. Sensacional, Maria. Estou construindo minha estante, passei um bom tempo distante das leituras, eu ficava muito focada em leituras mais técnicas relacionadas a minha profissão e desde o final de 2018 retomei leitura de livros de ficção e de outras áreas de conhecimento do meu interesse. Tem sido muito gratificante pra mim construir esse espaço de leitura. Grata pela partilha!

    ResponderExcluir
  8. Amei o texto! Me inspirou bastante a continuar construindo a minha estante! Mentalizando desde já!

    ResponderExcluir
  9. Que relato lindo! Minha estante também é muito importante pra mim. Eu sonhava com ela desde a faculdade.

    ResponderExcluir
  10. Maria, me identifiquei muito com o texto, sigo tentando construir um estante cheia de livros como a sua, infelizmente a falta de grana não me permitiu alcançar esse objetivo. Já me peguei até me culpando por investir pouco na compra de livros, tenho tentado comprar em sebos por ser mais em conta, mais é bem difícil encontrar alguns títulos (como bell hooks). Seu texto é incrível, muito sensível!! Aliás, acho que vídeo sobre conservação/limpeza seria muito útil e legal rs.

    ResponderExcluir
  11. Incrível como sua estante tem tanto significado!

    ResponderExcluir
  12. Eu lembro quando morava com meus pais, da minha estante de livros... No meio de tantas mudanças de casa acabei perdendo vários, mas a vontade de voltar a ter uma estante, mas agora muito maior, nunca deixou de existir. Depois desse texto, estou ainda mais empolgada para voltar a ter uma estante cheia.

    ResponderExcluir
  13. Eu to exatamente aonde você estava em 2014. Minha estante são duas prateleiras miúdas com alguns livros que consegui comprar e outros que ganhei. Espero um dia, não só ter uma estante, mas conseguir ler tantos livros e aproveitá-los bem.

    ResponderExcluir
  14. Eu to no mesmo processo e no momento montando a minha estante nova. Indo aos poucos e animada para ver o resultado final. Adorei o post e amo as suas dicas de livros :)

    ResponderExcluir
  15. Quanta sensibilidade, eu não era uma pessoa que acreditava em mentalizações, mas aí parei pra ver tudo que consegui hoje e sonhei anos atrás, em como agora eu posso comprar um livro que quero muito ao invés de torcer pra que tenha na biblioteca ou então que quem tivesse emprestado devolvesse logo. O quanto sonhei em entrar em uma universidade pública e consegui, o quanto quis ser a primeira formada da família e assim foi, mentalizar é acreditar que seu sonho pode ser realidade!

    ResponderExcluir
  16. Parabéns! Adorei a história!

    ResponderExcluir
  17. História linda!

    Mariana Reis

    @sobretudolivros

    ResponderExcluir
  18. História inspiradora! Sua estante é linda ❤️

    ResponderExcluir
  19. Gabriella Pires02 julho, 2020

    A mentalização é muito poderosa! Parabéns pelo trabalho de construir essa linda e empoderada estante!

    ResponderExcluir
  20. Aaaaa que coisa linda de ser lida! Fico muito feliz pela sua conquista e dá pra entender a importância que ela tem e todos os livros nela.

    ResponderExcluir
  21. Esse texto me emocionou, principalmente porque venho admirando minha estante e meus livros de autoras negras. Reflete o meu crescimento organizar esse espaço que é tão querido por mim.

    ResponderExcluir
  22. Uau, sua história é muito bonita e muito inspiradora! Sonho em ter mais livros, já aderi a sua dica "mentaliza e joga para o universo"

    ResponderExcluir
  23. 💖❤
    Sem palavras de tão.... 🤗🤗🤗🤗🤗

    ResponderExcluir
  24. Quando eu comecei a colecionar livros, também todos e presnete eu deixava dentro da gaveta, junto com minhas roupas porque nao tinha espaço e hoje tenho uma estante pequenininha, um livreiro, que deixa muitos livros de fora, mas que é meu mais precioso e demorei muito pra construir todos esses livros que tenho aqui hoje. Muito lindo seu relato, Maria ��

    ResponderExcluir
  25. Amo ver sonho realizado
    E eu amo um pedacinho em especial da sua estante... A planta caída, a arte do ingresso do museu Afro-Brasil e Um defeito de cor
    Ana e Kehinde ficariam maravilhadas 🖤

    ResponderExcluir
  26. Um sonho que tenho é ter uma estante assim. A minha está em construção 💜

    ResponderExcluir
  27. É incrível como as "provas de quem somos" vão se espalhando ao nosso redor. A sua estante é você.

    ResponderExcluir
  28. Que legal a história da sua estante, inspirador. A minha ainda esta pequenininha, mas como vc disse, vou mentalizando e jogando pro universo! :)

    ResponderExcluir
  29. Que texto incrível! Estou nesse processo de construir uma estante agora e pensando muito no que essas mentalizações já me proporcionaram :)

    ResponderExcluir
  30. confesso que sempre quis saber sobre sua instante a pergunta que eu mais fazia era "como ela tem esse tanto de livro?" mas agora lendo esse texto que não é só sobre quantidade mas sobre uma construção íntima.muito lindo e inspirador

    ResponderExcluir
  31. É muito interessante como os nossos livros falam muito sobre a nossa trajetória e ter uma estante cheia de livros assim é uma visualização de muitas histórias já lidas e vividas. Meu sonho encher uma estante com meus livros tamb!

    ResponderExcluir
  32. Jaíne Muniz15 julho, 2020

    É muito interessante como os nossos livros falam muito sobre a nossa trajetória e ter uma estante cheia de livros assim é uma visualização de muitas histórias já lidas e vividas. Meu sonho encher uma estante com meus livros tamb!

    ResponderExcluir
  33. Bárbara Grangeiro Leal16 julho, 2020

    Não tenho estante, mas tenho preteleiras rs
    Acho incrível ficar olhando os livros que acumulei no decorrer dos anos, as histórias que conheci, as coisas que aprendi, os livros que ganhei de presente, os achados em sebos, os mais caros que sofri pra comprar parcelado, as promoções que consegui aproveitar hahaha
    Eles são uma grande parte da pessoa que me tornei, amo a jornada de "construir a minha estante"

    ResponderExcluir
  34. Amei demais esse post, eu nesse exato momento to montando prateleiras para os meus livros usa partes de uma gaveta que pintei que antes estavam empilhadas uma sobre as outras e isso tem me deixado bastante feliz.

    ResponderExcluir
  35. Que coisa linda de se ver! Antigamente eu colocava todos os meus livros na minha mesa. Depois passei a ter três prateleiras. Hoje possuo uma estante com doze nichos, e sei que futuramente haverá uma ainda maior. A questão da mentalização é muito real! <3

    ResponderExcluir
  36. Que história linda!
    Também acredito muito no poder da mentalização Maria, curiosamente 1 semana antes de ler esse post decidi dar início à minha estante também. Assim como era a sua no início, improvisei um local para colocar todos os poucos livros que tenho em casa rs e mal posso esperar para aos poucos ir aumentando até conquistar minha própria estante.
    E tenho como objetivo preencher com muitas mais autoras do que autores. Esse mês ganhei de presente meu primeiro livro físico de uma autora negra e está sendo um prazer aprender com Joice Berth <3

    ResponderExcluir
  37. Isadora Lopes29 julho, 2020

    Que história linda!
    Também acredito muito no poder da mentalização Maria, curiosamente 1 semana antes de ler esse post decidi dar início à minha estante também. Assim como era a sua no início, improvisei um local para colocar todos os poucos livros que tenho em casa rs e mal posso esperar para aos poucos ir aumentando até conquistar minha própria estante.
    E tenho como objetivo preencher com muitas mais autoras do que autores. Esse mês ganhei de presente meu primeiro livro físico de uma autora negra e está sendo um prazer aprender com Joice Berth <3

    Havia me esquecido de colocar meu nome kk

    ResponderExcluir
  38. Oi, Maria!
    Que delícia de post!
    Também mentalizei um dia uma estante cheia de amor e hoje tenho. É uma sensação incrível ter nossos precisos ali, juntinhos, e ainda podemos ver quem estamos nos tornando a partir de cada lombada.
    As minhas estantes são recheadas 95% de autoras brancas e negras, mas agora quero ler mais sobre outras nacionalidades, sobre lutas de mulheres, donas de outras culturas.
    Parabéns pela conquista!
    bjs
    elvisgatao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e vamos conversar!

Seguidores GFC

Total de visualizações