5 livros para conhecer mulheres que marcaram a História

março 08, 2019

Nos últimos tempos o mercado editorial tem investido bastante na publicação de livros para um público interessado em conhecer mais do movimento feminista e pensar criticamente a história das mulheres, seja ela de opressão ou de conquistas, ao longo dos séculos. Pensando nisso, este post traz uma seleção de títulos que vão desde dados biográficos sobre mulheres que fizeram História em seus tempos, como também livros teóricos.


Um livro que na verdade é um catálogo de exposição. Uma exposição que ficou exposta por quase um mês na Câmara dos Deputados e teve curadoria de Maria Amélia Elói. O objetivo era apresentar as primeiras mulheres escritoras do Brasil, dados sobre suas vida e obras. Um trabalho cuidadoso e muito bem preparado.
O título remete ao periódico “A Mensageira: revista literária dedicada à mulher brazileira”, do século XIX.


Calibã e a Bruxa- Silvia Federici
Ao situar temporalmente a opressão desde os tempos dos feudos até a realidade atual, Silvia Federeci parte da realidade de perseguição às  mulheres para mostrar como o sistema capitalista desde seus primórdios ancorou-se em um objetivo de exploração das minorias. Apesar de usar Michel Foucault e Karl Marx como base, não se priva de fazer críticas a eles por não terem abordado a questão das mulheres em suas obras. Dessa forma, é possível ter uma visão bastante concreta do quanto o capitalismo e o machismo são duas faces da mesma moeda foram mantidos de diferentes formas ao longo dos séculos. É uma leitura muito esclarecedora, que faz entender que muito da realidade atual das mulheres veem de muito longe.
O livro foi traduzido pelo Coletivo Sycorax e publicado pela editora Elefante, em um edição muito bonita e caprichada.


Extraordinárias- Duda Porto de Souza e Aryane Cararo
Esse livro traz dados biográficos de 45 mulheres, todas extraordinárias à seu modo, pelo que fizeram de significativo para o mundo ou para a comunidade que pertenciam. A grande maioria são brasileiras, mas há também algumas “abrasileiradas”. Estão presentes nomes como Dandara, Carolina Maria de Jesus e Djamila Ribeiro.
Não só as biografadas são extraordinárias, as ilustradoras também, no total, as artes de 9 ilustradoras embelezam o livro. A capa holográfica confere uma beleza ímpar a este trabalho.


Mulheres na América e no Mundo Ibérico- Eni de Mesquita Samara (org.)
Este livro reúne 9 artigos de diferentes pesquisadores, com temas diversos mas que estão dentro de uma mesma temática: as mulheres na América e no Mundo Ibérico. Há uma abordagem histórica ao tratarem da realidade colonial brasileira. Destaco dois artigos que chamam atenção desde o título: “Mulheres e sexualidade no Brasil colonial”, de Lana Lage da Gama Lima e “Alforria e escravidão: mulheres escravistas na cidade de São paulo (1850-1875)”, de Patrícia Garcia Ernando da Silva.
Um diferencial deste trabalho é que um dos artigos está em inglês, o que traz uma perspectiva de como é realizada este tipo de pesquisa nos Estados Unidos.


Ler Angela Davis é imperativo para quem deseja pensar em questões como feminismo negro interseccional, constituição do sistema penitenciário e período escravocrata dos Estados Unidos, assim como as lutas pelos direitos civis. A leitura esse livro é um marco, não tem como ler e permanecer o mesmo depois.

You Might Also Like

1 comentários

  1. Oi Maria querida
    Que saudade do seu blog. Que post lindo. Infelizmente não li nenhuma das obras indicadas. Tenho muito vontade de ler Extraordinárias. Parece ser lindo e muito rico. Todos eles me chamaram atenção por algum motivo. Uma lista incrível.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)
Se você for blogueiro, retribuirei a visita assim que possível.

Seguidores GFC

Total de visualizações