Diário de estudos: Tópicos em História, Cultura e Linguagens Afro-Brasileiras (Semana 2)

setembro 04, 2018

Mulher da imagem: Petronilha Beatriz Gonçalves e Silva

A segunda aula da disciplina teve como tema norteador “A lei 10.639/03: por uma outra educação no Brasil”. Para essa aula as leituras sugeridas foram as Leis 10.639/03 e 11.645/08, as "Diretrizes Curriculares Nacionais para a educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana" e um artigo intitulado “Em torno das ‘Diretrizes curriculares nacionais para a educação das relações étnico-raciais e para o ensino de história e cultura afro-brasileira e africana’”: uma conversa com historiadores”, de Martha Abreu e Hebe Mattos.

A aula começou com a exibição de um vídeo do canal do Youtube TVE RS (Nação | TVE - Lei 10.639: ensino da história afro-brasileira - 14/04/2014). Depois de assistir ao vídeo, nos reunimos em grupos e discutimos tentando responder algumas questões feitas pelo professor que nos levaram a pensar sobre a presença da cultura negra nas escolas do Rio Grande do Sul e a implementação da lei 10.639/03 no Estado.

Depois o professor fez uma apresentação inicial do documento das “Diretrizes Curriculares Nacionais para a educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana”, folheamos e discutimos todo o documento, ressaltando partes chaves. Esse documento é de fundamental importância porque através dele têm-se um direcionamento no sentido de garantir um bom ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e o papel da escola no combate ao racismo. Particularmente, fiquei muito feliz por realizar essa leitura, uma vez que o documento é visivelmente um ato político, conquista do Movimento Negro e oficializam diversas pautas que são discutidas pelo Movimento.
A discussão seguinte foi do artigo de Martha Abreu e Hebe Mattos, que vão no sentido de pensar criticamente as Diretrizes.

Outra leitura fundamental é a das “Orientações e Ações para a Educação das Relações Étnico-Raciais”, documento maior e mais completo, que orientará os professores que atuarão desde a educação infantil até a educação quilombola.

Para próxima aula, que terá como tema norteador “A África no Brasil e o Brasil na África”, as leituras sugeridas são GURAN, M. Da bricolagem da memória à construção da própria imagem entre os agudás do Benim. Afro-Asia, 28, p. 45-76, 2002 e FERRETI, M. Tambor de Mina e Umbanda: o culto aos caboclos no Maranhão. Jornal do CEUCAB – RS: O triângulo sagrado, Ano III, n. 39 (1996), 40 e 41 (1997).

Criei uma pasta no Drive para disponibilizar os textos indicados para as aulas e textos complementares, de modo que qualquer pessoa com o link possa acessá-los. Essa pasta será alimentada com base na que o professor criou para o curso. A pasta pode ser acessada clicando aqui.

You Might Also Like

2 comentários

  1. Que demais esse diário de estudos.
    Sinto saudades dos debates que tinha em sala de aula <3
    E fiquei interessa pela leitura do material, é um assunto necessário =D

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  2. Que legal, Maria! É bom saber que existem disciplinas que se propõem a discutir assuntos tão fundamentais e urgentes. Eu tava pensando nisso ontem, abriu o edital de mestrado de Filosofia da UFRJ, li tudo atentamente mas já ansiosa pra dar uma olhada na bibliografia, aí é aquela coisa de "surpresa mas não chocada" porque não tinha nenhuma referência negra. Era uma lista grande de filósofos homens, brancos e europeus... fiquei pensando nessa coisa da perpetuação do mais do mesmo e da bolha que se (re)produz.

    Obrigada por dividir o material das aulas com a gente! (:

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)
Se você for blogueiro, retribuirei a visita assim que possível.

Seguidores GFC

Total de visualizações

Google+