Este é um livro infantil, o primeiro da autora Elaneida Reira e também uma das primeiras publicações da editora independente, Arte Sabali Edições.
Neste livro, vamos conhecer Malik, uma criança que sempre se questiona o motivo de seus pais não morarem juntos na mesma casa, ele queria poder ter os dois por perto sempre, mas a realidade era que só sua mãe o acompanhava diariamente. Eles mantinham uma rotina de conversar e a mãe contar histórias antes de dormirem.

Em um dia específico, Malik decide que não quer ouvir uma história, mas sim contá-la, então começa sua narrativa quando é impedido de continuar pelas lágrimas. A mãe, preocupada, tenta acalmar o filho e entender o que o entristece. Nessa ocasião, Malik desabafa com a mãe revelando o quanto queria que o pai morasse com eles. A mãe, compreensiva, explica o quanto foi motivo de alegria o nascimento dele, o quanto ela e o marido ficaram felizes, mas chegou um momento em que não dava mais para viverem juntos porque havia muita desarmonia entre eles e o filho não merecia viver em uma casa desse modo. A mãe explica que com a separação veio a paz para a casa e que com isso, o Malik ganhou duas famílias, que família é mais do que pai, mãe e filho, pode ser composta de variadas formas. Malik entende e aceita. Para ele, família é onde o amor se faz presente.

Como se pode perceber, este livro vai ser muito importante para auxiliar crianças que passam por situações semelhantes à do personagem. É cada vez mais frequente e é uma realidade de muitas famílias a separação de pais com filhos e na maioria das vezes, a criança sofre muito nesse processo, seja porque não entende a o motivo da separação, seja porque se acha culpada de alguma forma, seja porque se acha inferior aos amigos por conta disso, então, esse livro vai ajudar a fazer as crianças entenderem que muitas vezes, a melhor solução é que os pais se separem para que não tenham que presenciar as brigas dos pais, o que é igualmente traumatizante para a criança.

Além disso, o livro também pode ajudar as crianças entenderem que o modelo de família tradicional brasileira está ultrapassado. Atualmente é uma realidade famílias compostas só de mãe e filho, pai e filho, avós e netos.... E assim por diante. Isso não deve mais ser encarado como algo positivo, nem negativo, mas como algo que é normal, que é uma realidade e que não deve ser um problema.
O livro conta com as ilustrações belíssimas de Nicolas de Melo Maia, cada página com uma ilustração mais bonita que a outra, com cores harmoniosas e bastante expressividade dos personagens. Uma criança negra, que tem poucos referenciais na literatura, poderá se ver nas ilustrações.

É um livro rápido de ser lido, curto em questão de páginas, mas grande em questão de ensinamentos. Acho que a única coisa que poderia melhorar é a distribuição do texto pelas páginas, porque se uma página acaba recebendo muito texto, a criança pode acabar se dispersando durante a leitura, mas fora isso, está tudo muito bem feito.

Se você gostou da resenha, se gostou do livro ou tem um amigo que sabe que poderá gostar, pode comprá-lo clicando aqui. A sua compra é muito importante porque a Arte Sabali Edições é um projeto editorial novo no mercado e tem como objetivo permitir que pessoas prejudicadas pela exclusão do mercado editorial possam ter seus escritos publicados, possam ter voz.

Curta a página da editora no Facebook clicando aqui.

5 Comentários

  1. Oi, Maria! Eu acho que as pessoas subestimam muito os livros infantis. Só de ler a sua resenha já é possível ver o quão complexo e profundo eles podem ser. Tenho certeza que ele pode ser um canal perfeito para pais poderem apresentar e tocar nesse tipo de assunto sobre novas configurações familiares. Adorei as ilustrações!

    Beijos

    Psicose da Nina | Instagram
    Colunista no Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  2. OOi, adorei a resenha do livro, o tema é bem interessante, com um assunto que acontece frequentemente hoje em dia.
    Amei seu blog, já estou até seguindo .
    Beijos boa semana
    bellapagina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá tudo bem?
    Achei interessante um livro infantil ter um tema complexo e importante como esse. Geralmente em livros infantis encontramos algo mais brando, mais leve, mas gostei de saber que esse sai um pouco desse padrão. Gostei muito da resenha também, eu com certeza leria!

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  4. Muuuuito legal esse livro!!
    Eu cresci sem meu pai por perto e sei como um livro desses teria sido legal para mim quando eu era mais novinha. E essa é uma situação que acontece frequentemente nos lares hoje em dia.

    beeeijos
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá, Maria!
    Uma ótima sugestão de leitura para muitas crianças! Outro dia uma parente me contou que a neta chorou no dia dos pais, sentindo a ausência dele (os pais são divorciados). Vou recomendar esse livro a ela!
    Bjs!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)
Se você for blogueiro, retribuirei a visita assim que possível.