Este é o primeiro livro da autora, publicado pela Ella Editorial e lançado esse ano, na Bienal do Livro de São Paulo.
É um livro de suspense em que conhecemos a história de Johanna Dorne, uma mulher de 41 anos, que trabalha em um biblioteca, mora sozinha e passa seus dias lendo, assistindo e bebendo vinho. Há muitos tempo, ela vive uma vida de isolamento por medo de fazer as pessoas sofrerem. Ela acredita que carrega uma maldição que faz com que todas as pessoas que se aproximam dela sofram.

Tudo começou no seu aniversário de 13 anos, quando um de seus tios mais queridos tem uma atitude inesperada e isso acaba desencadeando uma série de episódios que desestruturam sua relação familiar em casa. Com isso, é acolhida por uma tia e passa a morar com ela até sua vida adulta.

Johanna vem de uma sucessão de perdas. Perdeu o pai, a mãe, a melhor amiga, os namorados e os tios, os únicos que ainda lhe restavam de sua família. Sabendo do histórico de mortes, o leitor fica apreensivo toda vez que ela começa um novo relacionamento porque imagina que não irá terminar bem. Cansada de atrair tanta desgraça, resolve mudar de cidade e viver de forma reclusa.
A narrativa é intercalada, de modo que os capítulos alternam-se  em uma narrativa em primeira pessoa, feita por Johanna no tempo presente e uma narrativa feita em terceira pessoa, no tempo passado por um narrador que, inicialmente, o leitor não sabe quem é. Isso faz com que relação com o tempo seja muito determinante para entender melhor a forma como Johanna vive o presente, depois de perder todas as pessoas queridas que passaram por sua vida.
"No fundo, todos procuram um amor, em maior ou menor intensidade, mesmo que não estejam dispostos a admitir" (p. 132)
Um dia, na saída do trabalho, Johanna tem um problema com o carro e não consegue ligá-lo, quando aparece um homem oferecendo ajuda. É aí que Michel Brum entra em sua vida e com o tempo, faz com que Johanna se sinta capaz de amar novamente, ainda que com receio do que possa acontecer com ele.
Mas parecia perfeito demais para ser verdade. Michel, aos poucos, se mostra um homem ciumento, controlador, possessivo, com atitudes que muitas vezes beiravam a bipolaridade. Qualquer outra mulher normal teria se afastado no primeiro sinal de anormalidade, mas como Johanna já não tinha mais esperanças de encontrar ninguém e se sentia muito grata a Michel por ver algo de bom nela, continua presa nesse relacionamento e torcendo para que ele mude. 
Enquanto leitora, confesso que a cada atitude do Michel, eu queria poder dar uns tapas nele e mais uns tapas na Johanna por aceitar tudo, mas no fundo eu entendia as razões dela.

Achei impressionante o poder de descrição que a autora tem. Todas as descrições são bem colocadas e muito bem feitas. Além disso, o fluxo de consciência presente na narrativa promove momentos em que o  leitor pode saber o que se passa nos pensamentos da personagem principal e ver a luta constante que ela tem consigo mesma.
"Uma mulher é o pior inimigo de si mesmo" (p. 11)
Quando o livro se aproxima do fim, tudo começa a vir à tona e o leitor só consegue pensar no quanto toda a história e o modo como ela foi narrada e desenvolvida é muito genial! 
Terminei a leitura muito satisfeita e orgulhosa da nossa literatura nacional, que se mostra cada vez com maior qualidade.
Esse suspense prende o leitor de uma forma que não dá para largar o livro enquanto não soubermos o final e eu indico muito, com a certeza de que quem o ler irá gostar.

27 Comentários

  1. Oi, Maria.
    Que livro maravilhoso, fiquei com dó da personagem e ainda nem li tudo o que acontece com ela.
    Depois que li Amor Amargo comecei a entender melhor quem continua dentro de um relacionamento abusivo.
    Com certeza quero ler esse livro e saber que é nacional, e que a história é tão bem construída só me enche de alegria.
    Um beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
  2. Olá, Maria.
    Tenho o livro, mas ainda não li. Porém, será uma das minhas próximas leituras.
    O tema é interessante e ainda é algo bem moderno. Relacionamentos opressores existem aos montes.
    Ademais, esses pequenos suspenses me agradam.
    Ótima dica.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de novembro. Serão dois vencedores, dividindo 3 livros.

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Eu não conhecia a autora e nem o livro, mas desejo muito sucesso em sua trajetória. Fico muito feliz quando vejo um nacional que agrada tanto! Achei a capa bem bonita e a premissa me deixou curiosa, especialmente por conta da temática explorada, e claro, porque adoro o gênero também.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  4. Parece ser um livro bem interessante... Solteira, trabalha em uma biblioteca, passa os dias lendo com um copo de vinho ao lado... Tá ruim pra mim não... hehehe... Pela sua resenha, até eu queria dar uns tapas nesses dois aí... Valeu pela dica! bj

    ResponderExcluir
  5. ooe, nossa, esse livro tem nome de herótico, e eu fiquei já pensando no começo da resenha: "não me interessa", mas a medida que fui conhecendo o enredo fiquei intrigada e fiquei querendo saber o que o tio de joana fez,, e fiquei intrigada por esse homem maluco que ela encontra. fiquei morrendo de vontade de ler.

    ResponderExcluir
  6. Oi Maria, tudo bem?
    Nossa que história. Sua resenha me prendeu atenção totalmente.
    Comecei pensando que seria sobre a Johanna Lidar com essa ideia de maldição e depois vi que é bem mais profundo, fala de relacionamento abusivo.
    Consegui sentir essa emoção pelo que vc descreve. Quero muito ler esse livro.
    bj

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Eu já conhecia a obra,;mas essa é a primeira resenha que leio da mesma. Confesso que esperava algo nada a ver com o que eu acabei de conferir por aqui rsrs. Sou muito fã de livros Nacionais, e esse parece prométer grandes cosias. Fico feliz em saber que a autora soube detalhar as senas, mas espero que ela não tenha deixado tudo tão cansativo. Até mais vê
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Li poucos livros nacionais este ano e acho que este aqui seria uma excelente opção. Achei a capa bonita e sensível e quero conferir o conteúdo também!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro mas ainda bem que gostaste dele! :) Eu não gostei muito da premissa, devo dizer, mas depois de ler a tua resenha tao elogiosa, fiquei com alguma curiosidade!! :)

    Que bom que chega a um ponto que o leitor so pensa na genialidade do livro! :) Ah! E que a autora tem todo esse poder de descrição! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  10. Oi, Maria!

    Já tinha visto esse livro pelas redes sociais mas nunca parei para entender melhor seu enredo. Relacionamentos abusivos é realmente um assunto que é preciso ler e entender. Me interessei muito pelo livro ao ler sua resenha. Ultimamente eu estou numa vibe de ler livros nacionais, então vou adicionar esse à minha lista! Obrigada pela dica!

    Sucesso com o blog sempre!
    Beijos, Belle.
    floraliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi, Maria!
    Eita que essa história parece ótima! Não conhecia a autora (nem o livro), mas a capa já tinha me conquistado antes mesmo de ler sua resenha haha
    Mas nossa, vou super procurar mais e colocar nas minhas próximas leituras, o tema é bastante contemporâneo e pelo o que você disse, as descrições ajudam muito, o que sempre me agrada também.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Gostei da premissa e capa do livro, mas não sei se seria o tipo de leitura que me prende, eis que, pelo que descreveu em sua resenha, o livro não parece ter aquele clímax que te prende. Particularmente gosto de livros que nos arrebatam, tiram o ar, não sei se essa seria a escolha certo. Adorei suas impressões, muito bem escrita!

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem??

    Apesar de suspense não ser o meu gênero e de eu não gostar muito de descrições, a sua resenha me conquistou! Estou procurando sair um pouco da "minha zona de conforto", digo romance haha, então estou pensando em apostar nesse livro! Obrigada pela dica :)

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Maria, tudo bem?
    Esse me parece ser um livro que não é indicado para qualquer tipo de leitor. Pelo que percebi na sua resenha, parece ter um conteúdo um pouco mais pesado, já que a protagonista é cercada pela morte. Gosto muito de livros de suspense e de narrativas que intercalam presente e passado. Espero muito ler um dia e descobrir o que ela fará quando percebe quem Michel é.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  15. Olá, Maria!
    Meu Deus, como eu não conhecia esse livro?
    Ando numa fase de ler bastante suspenses e este me chamou muito a atenção. Essa coisa das pessoas próximas a ela morrerem me lembrou um pouco a história de O Ladrão do Tempo.
    Enfim, estou curiosa! E que orgulho que dá quando gostamos tanto de um nacional, né?
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?
    Eu adoro livros de suspense e fico muito feliz em ver que existem autores nacionais apostando nesse gênero. A ideia de intercalar os capítulos me deixou bastante intrigada e com certeza o fato de não saber quem é um dos narradores aumentaria o clima de suspense e mistério. Pelo visto trata-se um relacionamento abusivo, certo? Bacana a autora ter decidido abordar isso também. Ainda não conhecia o livro, mas fiquei interessada. Beijos!

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  17. Oi Maria, adorei a sua resenha que abordou de uma forma deliciosa o livro. Agora, menina que história essa da protagonista e só de ler a sua resenha eu fiquei com vontade dar umas sacudidas nela para acordar para a vida e para si. Sua resenha me deixou curiosa para saber como a trama termina e por isso já anotei na minha lista de desejos, sem falar que amo literatura nacional.

    Bjo
    Tânia Bueno
    Faces da Leitura

    ResponderExcluir
  18. Oiee ^^
    Eu já tinha lido uma resenha deste livro antes, e a blogueira em questão também havia gostado bastante. É bem interessante, e triste também. Imagino que o leitor fique muito tenso sempre que a Johanna conhece alguém, e com medo de a autora matar esse novo personagem...haha' Fiquei curiosa para saber o que acontecerá com ela e com o Michel, coisas boas, eu espero *-*
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro e confesso que não costumo ler esse gênero, mas fiquei curiosa com a premissa. Achei interessante essa coisa da personagem achar que tem uma maldição e gostaria de saber mais sobre, por isso espero um dia ter oportunidade de ler.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  20. Oie!
    Nossa, eu não conhecia esse livro, e fiquei bem interessada nessa trama.
    Só de saber que a trama é dividida entre o passado e presente, já posso perceber que vou entender melhor cada sentimento dos personagens.
    Uma ótima dica!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  21. Somente esse romance obsessivo e possessivo, me deixou desanimada, não consigo engolir esse tipo de relacionamento, talvez tenha um motivo, mas ainda sim, não sei se leria a obra, apesar dos bons pontos citados no final e pela trama a respeito da maldição da personagem principal serem bons motivos para o leitor se sentir tentado a ler, infelizmente passarei a dica, ainda sim, gostei de conhecer sua visão sobre Até eu te possuir.

    http://www.daimaginacaoaescrita.com/

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    eu não conhecia esse livro, mas a história me pareceu bem interessante. Será que realmente existe uma maldição na vida de Johanna e que homem horrível é esse que entra na vida dela. Com certeza esse é um livro que me interessa e que se tiver oportunidade eu vou querer ler.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  23. Estou louca pra ler esse livro! Tem uma pitada de suspense que eu adoro! Muito boa a sua resenha, por falar nisso.
    Um beijo <3
    Leiturize-se

    ResponderExcluir
  24. Oiii!!

    Eu não conhecia esse livro e que sensacional! Achei o enredo muito natural e bem escrito, o que é ótimo. Faz tempo que não leio um suspense, então fiquei animada para conhecer a obra!
    Dica anotada

    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  25. Oi Maria, sabe que eu também ando me impressionando com a literatura nacional? Faz uns meses que me dedico a conhecer novos autores e estou gostando do que encontro por aí. Achei a premissa desse livro bem interessante. Fiquei curiosa para saber se os personagens conseguem resolver esse relacionamento doentio que você descreveu. Abraços

    ResponderExcluir
  26. Oi Maria, tudo bem?
    Gostei muito da sua resenha, me identifiquei até um pouco com a personalidade da personagem Johanna. Por mais que eu não tenha muita atração pelo gênero suspense eu me senti com bastante vontade de ler esse, principalmente por ser nacional.

    ResponderExcluir
  27. Oi, tudo bem?
    Eu sou apaixonada por um bom suspense e esse traz um enredo bem cativante, acredito que iria gostar bastante e ainda mais por se tratar de uma leitura nacional. Gostei muito de conhecer a obra e com certeza entrou na minha lista!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)
Se você for blogueiro, retribuirei a visita assim que possível.