Hoje foi o primeiro dia da Bienal Internacional do Livro de São Paulo e o meu primeiro no evento também. Pretendo ir nos dias 27, 29, 31, 03 e 04.


Na estação Portuguesa-Tietê peguei um ônibus gratuito disponibilizado pela Bienal e foi muito rápido. Acredito que em menos de dez minutos já estava no local do evento. Fui acompanhada da blogueira Márcia Lopes, do blog Mundo Literando. Tivemos um pouco de dificuldade para nos situarmos no momento de retirar nossas credenciais, mas depois que entendemos onde deveríamos ir, foi super rápido.

Adentramos por volta de 12h40. Demos uma olhada geral em todo o espaço e primeiro nos detemos no estande M69, da Ler Editorial, onde encontramos a Aimee Oliveira e a Clara Savelli. Depois tiramos um montão de fotos do que achávamos interessante nos estandes. As minhas fotos estão publicadas em um álbum na página do blog, caso você tenha interesse em ver, clique aqui.

Aimee Oliveira e Clara Savelli
Às 16h assisti a um bate-papo com youtuber literária, Tatiana Feltrin, promovido pela rede Sesc. O local contava com disponibilidade de 60 lugares que foram todos ocupados. No final, abriu para perguntas e eu, apesar do nervosismo e da tremedeira na hora de falar ao microfone, fiz uma pergunta para a Tati e ela me respondeu de uma forma muito amável, como respondeu aos outros também. Foi a primeira vez que a encontrei pessoalmente e pude comprovar que ela é mesmo um amor de pessoa. Tudo fluiu muito naturalmente.

Tatiana Feltrin
Foi muito legal encontrar as pessoas que só tinha contato virtualmente, como por exemplo a Mayara Tashiro, que é de Manaus e a escritora Larissa Siriani, que está lançando seu primeiro livro, "Amor Plus Size". Além disso, conheci pessoas novas, como por exemplo, a Jéssica, que também estava na fila para tirar foto com o Harry Potter e enquanto aguardavámos nossa vez, fomos conversando um pouco.

Depois disso, fiquei passeando com meu amigo e também blogueiro, Tiago Valente, até que resolvemos vir embora, por volta das 19h.

Tiago e Marcia
Acredito que por hoje ser sexta-feira, dia de semana, o movimento não estava tão intenso. Dava para caminhar e se movimentar tranquilamente por todo o espaço, o que eu já duvido que vá acontecer amanhã, que é sábado.

Quanto aos preços, achei variados. Há editoras que estão dando 20% de desconto em todos os livros, outras que estão dando 50% de desconto. O negócio é pesquisar onde está o menor preço.
Há também muitos autores nacionais bons, autografando seus livros e na maioria das vezes, o livro vem com algum brinde. É importante valorizarmos nossos autores.

Deixe um comentário

Obrigada pela visita e pelo comentário :)