Uma coisa que entra na lista de desprestígios do blog e do blogueiro é a controvérsia literária. A mentira exposta através de uma resenha escabrosa é um fator determinante para o definhamento de toda a reputação duramente conquistada. Não desça para esse nível.
Existe sempre o lado negro da força, e isso também se aplica na blogosfera. Existem listas de blogs que não se empenham na qualidade de seus conteúdos e querem lotar a página de curtida, seguidores, visualizações e resenhas, mas se esquecem da qualidade das mesmas. Daí surgem resenhas "rasga-sedas" somente elogiando a obra e o autor e não falando um ponto importante do livro, ou então escrevendo algo que gira somente na sinopse da obra. Tudo para continuar parceiro e ganhar mais livros. Talvez muitos deixam passar, mas com certeza os leitores mais críticos vão perceber a furada e vão deixar de acompanhar o blog.
Uma resenha deve acompanhar aspectos positivos e negativos de forma honesta. Tem que focar em coisas que nem mesmo o autor perceberia. Coisas que fariam até mesmo um leitor que não é fã de tal gênero ter interesse pela obra.

Também não é por isso que o blogueiro vai sentar o sarrafo na obra que ele não gostou. A questão é saber separar o que é mal escrito do que não é o gênero literário do blogueiro. Neste ponto, até as críticas mais honestas serão construtivas e edificantes para todos. 
Leo Vieira



Acompanhe a campanha de incentivo à leitura "Leia + Livros", do Leo Terário.

® Leo Vieira- Direitos Reservados 

12 Comentários

  1. Olha esse é um assunto complicado. Resenhas negativas, blogueiros que só lambem autores e editoras e deixem sua verdadeira opinião de lado...
    Acho que cada um tem dentro de si um código de ética, no fundo todos sabemos o que é certo e o que é errado e acho que a pessoa que deixa esse senso de justiça liderar suas ações é a pessoa que consegue ser plenamente verdadeira consigo mesma..

    Beijos

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Raissa. Obrigado pelo comentário.
      Infelizmente isso vem acontecendo. Tenho visto muitas resenhas coloridas, cheia de sutilezas com a obra, o autor e a editora. Daí quando eu pergunto para alguém conhecido que leu, a resposta chega a ser um paradoxo.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  2. Concordo plenamente. Um blog que é apenas elogios não é confiável.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de fevereiro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Desbravadores. Questione sempre o que for ler.
      Grande abraço,
      Leo Vieira

      Excluir
  3. Oi, como blogueiro vejo muito disso, de pegar livros com notas altíssimas no skoob sendo que o livro não foi tudo isso para mim. Tudo por que? Por que o livro é de parceria. Jamais fui conivente com isso e nunca serei!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Joi. Obrigado pelo comentário.
      Os escritores e editoras precisam entender que uma crítica pode ser muito construtiva. Existem leitores que também são atraídos pelos pontos negativos. Isso porque ajudará a aprimorar o lado que precisa de atenção. Livros são fontes de aprendizados para os demais escritores também.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  4. Olá!

    Estou sem palavras para esse texto! No começo do blog, quando comecei a ter parcerias, eu morria de medo de não agradar e de realmente perder parcerias, mas depois comecei a perceber que eu precisava ser honesta com o publico e nunca mais me prendi a isso. Mas como eu sempre digo, um livro precisa ser MUITO ruim para não me agradar. mas mesmo assim eu procuro sempre ver quais são os pontos que precisa ser melhorados.

    Outra coisa que me incomoda muito é quando a pessoa confunde sinceridade com grosseria >< Odeio isso.

    Enfim, adorei o post!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Oi, Ana Paula. Obrigado pelo comentário.
      Não tenha medo de perder parcerias (e até mesmo amizades).
      Muitos profissionais evoluíram com críticas. Existem críticas literárias tão inteligentes e honestas que acabam aumentando o interesse no livro.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  5. Honestidade é uma coisa rara em todos os lugares da vida. Eu colaboro com 3 blogs fora o meu, dois deles são literários especificamente e em um deles eu falo especificamente de livros e tento manter a transparência sempre. Colocar em pauta pontos negativos e positivos, mas confesso que quando sinto que estou lendo um autor iniciante, que publicou seu livro de forma independente tenho um cuidado a mais com escrita, afinal nem mesmo Machado de Assis nasceu Machado de Assis, eu sei porque li todos os livros dele... e por isso tenho cuidado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Pandora. Gostei muito do seu comentário.
      Eu também tenho uma atenção especial com autores iniciantes. Como eles ainda estão meio que puros, a gente se limita a dar certos conselhos no momento mais oportuno. Tudo depende se a outra parte está preparada pra isso.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  6. Olá!

    Acho que há uma linha bem tênue para saber dosar entre não contar demais não ser superficial. Ninguém gosta de receber um spoiler do qual não foi alertado, mas ler uma resenha que não acrescente nada ou tire dúvidas também não é bacana. Já vi resenhas dos dois tipos, mas ainda bem que existem aqueles que contam apenas o necessário, enfatizam os altos e baixos da obra, além de esclarecer as dúvidas de um possível leitor.

    Beijos.

    www.nemteconto.org

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cecília. Obrigado pelo comentário.
      É verdade; e nunca é tarde pra se desenvolver mais e aprender a melhorar numa resenha, sem afetar os dois lados.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)