Uma polêmica que tem afetado o campo da blogosfera são as resenhas prontas e definidas por imposição do leitor e/ou editora. Isso ainda vem acontecendo e o pior de tudo é que o próprio leitor percebe. Existem assessores literários conveniado com as editoras que possuem várias resenhas positivas e cuidam do repasse das mesmas através de blogs e outros canais de divulgação. Nesse aspecto a propaganda enganosa começa a alimentar a falsa ideia de que um livro desconhecido é bom. O pior de tudo é quando a controvérsia começa a pesar para quem foi ludibriado a isso. Portanto é muito importante que o blogueiro não caia nessa, senão a sua reputação estará em queda.
Fique sempre atento quando as propostas oferecerem livros, brindes e outras promessas de presentes. Nesse mesmo ritmo o autoritarismo vai começar a surgir levemente, até o ponto do blogueiro não ter mais o que questionar.

Poste somente a verdade em suas resenhas.
Leo Vieira



Acompanhe a campanha de incentivo à leitura "Leia + Livros", do Leo Terário.
® Leo Vieira- Direitos Reservados 

10 Comentários

  1. Realmente: os bons blogs não podem cair nessa de apenas resenhas positivas para agradar editoras.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de janeiro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário, Desbravadores. Um blog ganha notoriedade pela qualidade e honestidade nas resenhas. Por mais que um livro seja ruim, ele deve ter seus altos e baixos e isso não pode ficar omitido nem deturpado. É algo muito ofensivo para os leitores seguidores do blog.
      Grande abraço,
      Leo Vieira

      Excluir
  2. Leo, eu estava pensando sobre isso esses dias. Eu não entendo porque certas pessoas se dispõem a ler por obrigação, ler livros que nunca pegaria numa prateleira de um livraria. As pessoas precisam ser mais sinceras consigo mesmas para ser sinceras com os outros.

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nina! Obrigado pelo comentário. Infelizmente, alguns blogueiros se deixaram levar pelo lado negro da mercantilização literária. Em troca de livros, brindes e até dinheiro, são capazes de propagar um marketing mentiroso e desonesto sobre livros que nem mesmo merecem leitura. Eu já deixei de seguir alguns blogs por conta disso. Fiquem atentos e não deixe um trabalho bonito ir por água abaixo. Não mintam para os seus seguidores.
      Grande beijo,
      Leo Vieira

      Excluir
  3. Oi, Leo, tudo bem?

    Nossa, jura que existe isso de assessor literário?
    Eu acho que o blogueiro tem que tomar muito cuidado! Eu prezo muito a minha credibilidade como blogueira! Meus leitores leem minhas resenhas e esperam sinceridade. Isso é o mínimo que posso dar pra eles.

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tamires! Tudo bem. Obrigado pelo comentário.
      Continue assim e faça sempre um bom texto ressaltando defeitos e qualidades dos livros que chegarem até você. Seus leitores merecem honestidade em primeiro lugar.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  4. Oie Leo =)

    Em seis anos de blog, nunca permitir que editora ou autor determinasse o que eu ia escrever. Infelizmente tem gente que se "vende", o que realmente é uma vergonha.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ane. Obrigado pelo comentário.
      Isso tem aumentado porque as editoras têm notado o poder de influência e marketing que os blogueiros literários têm com os leitores e também autores. Só que as editoras querem fazer do jeito delas e não é assim que a coisa funciona.
      Blogueiros fazem um trabalho honesto com amor e alegria. Não se pode chegar e persuadir para que minta e diga apenas que o livro é bom e merece leitura. Algo como as rádios e programas de televisão fazem com artistas por influência comercial das gravadoras.
      Blogueiro que se vende está denigrindo anos de trabalho de qualidade.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  5. Olá, Leo.
    Eu falo o que realmente achei do livro nas minhas resenhas. Se tiver que perder parceria por isso, fazer o que. Mas já aconteceu comigo de uma editora que eu era parceira vir com um monte de coisas que eu tinha que colocar na resenha e cortei a parceria e já aconteceu também de autor vir reclamar porque eu falei que não tinha gostado da leitura. Acho o cumulo isso. Mas não vou enganar os leitores igual já vi muita gente fazendo por ai. E a credibilidade do blog fica onde?

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil. Obrigado pelo comentário.
      Você está certa. Nesses casos, alguns pontos podem ser frisados antes de fechar parceria:

      1- Saber a sinopse e gênero literário do autor.
      Exemplo: É um romance erótico sadomasoquista de um milionário com uma ninfeta sem graça e você odeia essa temática. Nesse caso, pense antes se vai aceitar o desafio.

      2- Saber se o parceiro está disposto a receber uma resenha honesta.
      Exemplo: O livro, mesmo que seja horrível tanto no enredo quanto na qualidade textual, você deixa claro que irá ressaltar os pontos ruins de uma forma mais cordial possível.

      3- Se ele não gostar da resenha, ele pode optar pela mesma não ser publicada.
      Porém, o livro e material dado não será devolvido, porque a sua parte foi feita.


      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)