Este é o primeiro livro de Yohana Sanfer, prefaciado por Ita Portugal e composto por sessenta e quatro crônicas, todas curtas e de rápida leitura, como é característica do gênero, mas todas profundas e com uma densidade que nos faz refletir sobre a vida, sobre o amor, sobre nossas relações com as pessoas e com o mundo que nos cerca.
Yohana se destrincha, se desnuda, se declara, se entrega. A primeira crônica, intitulada "Genuíno", começa assim: "Porque é preciso amar. Amar sem medidas, sem arestas, sem porquê. Não esse amar vazio de sentido e de verdade. Amar de mostruário, pronto e fora de alcance. Mas um amar inevitável, extenso, sublime. Livre dos medos e preso na riqueza das pequenas coisas". E a crônica segue listando as sensações e sentimentos provocadas pelo "amar".


"O amor constrói e é construção".(Da crônica "O mais bonito". p.19)

À la Martha Medeiros, a crônica "Aquele abraço" nos convence que sim, o melhor lugar do mundo para se estar é dentro de um abraço e a autora narra seu abraço inesquecível, aquele abraço coletivo que a derrubou, literalmente, de tanto carinho.

Crônicas que são verdadeiras declarações de amor: "Declarando seus (d)efeitos", "É terno", "Só sei, que sei", "She loves you", "Artifício mágico", "Do porquê".

"É na esquina do teu cuidado que a minha paz se refaz".(Da crônica "É tenso". p.40)

Crônicas que são um convite ao amor e ao momento à dois: "Deixa o verão pra mais tarde", "Das certezas", "Enamorados", "Inefável e fim", "Última cena", "Conselho".

Sabe quando você pergunta alguma coisa para alguém e ela responde "não sei" e você só consegue pensar no quanto isso é irritante? Pois então, Yohana escreve sobre isso em sua crônica "Não saber".

A crônica que dá título ao livro, faz a distinção entre as coisas que são ditas da boca pra fora e as que são ditas "da boca pra dentro": "Se de um lado, do lado de fora, há o orgulho que cega ou o discurso sem validade, do outro lado, do lado de dentro, há de haver fé, entrega e emoção".

Na crônica "Segredo delas", são as avós as homenageadas da vez. São avós que fazem da culinária um paraíso para nós, simples mortais. E Yohana dá a dica: "Quem não tem uma, roube a do amigo. Visite a do vizinho. Há sempre alguma perto de você".

"Tomara que dê tempo, que não lhe falte amor, que lhe sobre saúde e que você tenha sorte. Que suas dores sejam breves, que seus pesos sejam leves e que a sua vontade de ser feliz seja uma teimosia".(Da crônica "Tomara". p.153)

E depois de tantas e tantas crônicas que são verdadeiras poesias vestidas de prosa, encerra nos incentivando a nunca desistir, mesmo com todas as adversidades da vida: "Todo dia, um quase desmoronar. Mas daí vem o sonho e nos puxa pela mão.
Haja coragem na alma pra tanto sentir. Haja coração no peito pra tanto sonhar".

Não preciso nem que dizer que a leitura é mais do que indicada, né?
E se vocês se interessaram pelo livro e querem comprar, podem fazer isso pelo site que a autora criou para vender os livros de autores nacionais, o Sanfer Livros. Tem em e-book, tem frete grátis e tem promoção. 

 E finalizo com uma imagem do trecho mais compartilhado:



9 Comentários

  1. Bom dia,

    Esse é mais um livro que fico conhecendo aqui, achei bem interessante e a capa é bem criativa, dica anotada.....abraço.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu estou louca por esse livro há muito tempo Mariaaaa!!!!
    E sua resenha só me deixou ainda mais curiosa
    E é claro que vou dar uma passadinha la no site da Sanfer
    Adorei
    Bjs
    http://myself-here1.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Esse livro parece ser muito denso e bem profundo.
    Fiquei com muita vontade de ler a crônica Aquele abraço, só pelo título já chamou minha atenção.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  4. Hola! Leyendo lo que he entendido, parece un buen libro. Gracias por la reseña :)
    Me ha gustado tu blog, así que te sigo. Espero que me sigas tu también si te gusta mi blog.
    Besos!

    ResponderExcluir
  5. Este libro no lo conocía, gracias por pasarte por mi blog, me quedo aquí en el tuyo.

    Besos =)

    ResponderExcluir
  6. No lo conocía pero no tiene mala pinta^^
    Un beso<3

    ResponderExcluir
  7. Heey!
    O livro parece ser muito bom, adorei os quotes ^^
    Seu blog é fascinante, já estou seguindo =)
    Abraços!
    http://desbravando-o-infinito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Maria
    Eu li Da boca pra dentro ano passado e as crônicas da Yo ainda vivem dentro de mim. Eu li bem devagar, uma crônica pela manha e outra antes de dormir e foi uma experiência incrível. Eu estou ansiosa por mais livros dela.
    Um grande beijo

    Vidas em Preto e Branco 

    ResponderExcluir
  9. Esse livro da Yohana parece ser realmente maravilhoso. Já comprei o meu, mas ainda não tive tempo de ler. Preciso providenciar isso logo, porque a obra parece ser tocante.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de setembro. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)