Nesse livro entramos em contato com a divergência de duas famílias. A família de Howard Belsey e a de Monty Kipps. Howard é um professor universitário, é branco e é casado com Kiki, uma enfermeira, negra e eles são pais de de três filhos: Levi, Zora e Jerome. Monty é casado com Carlene e eles são pais de dois filhos: Victoria e Michael.

O livro começa com Jerome enviando e-mails para o pai relatando sua experiência como estagiário de Monty Kipps e na sequência, conta como se apaixonou pela filha dele, Victoria, a ponto de querer casar com ela, mas descobre que o desejo de casamento não era recíproco. Humilhado e desiludido, volta para casa e passa alguns dias curtindo sua dor, até que um dia resolve juntar a família e ir em um converto do Mozart. Foi nesse dia que Carl, ainda que de alguma forma personagem secundário, aparece na história.

um tempo depois, Monty Kippss é convidado para dar aulas na Universidade de Wellington, a mesma que Howard leciona. Issó só serve para intensificar o embate que há entre os dois: Howard é liberal, Monty consevardor; Howard não tem religião, Monty é cristão; Howrd é denfesor das Ações Afirmativas na uni versidade, Monty é contra.

Narrado em terceira pessoa, o livro trabalha com temas variados como a imigração de haitianos para os Estados Unidos, o multicolorismo, a amizade, infidelidade, mas não se aprofunda em nenhum especificamente.

No início, algo que me incomodou um pouco foi a quantidade de diálogos presentes nas primeiras trinta páginas e a forma como carregada de gírias que um dos personagens falava.

Algo interessante é a presença da Academia no livro. Não há muitos que exponham o funcionamento das universidades.

Foi publicado aqui no Brasil em 2007, pela Companhia das Letras, com a tradução do escritor Daniel Galera. Temos também outros livros da autora: "Dentes Brancos" (2003), "O Caçador de Autógrafos" (2006) e o mais recente "ZW" (2014).


Um Comentário

  1. Mariaaaaa, por que você faz isso comigo??
    Cada vez que traz um desses livros diferentes, morro de vontade de ler, menina!
    Que demais, que perfeito! Aborda temas importantes e, muitas vezes, negligenciados. Amei!!!

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)