Ano passado finalizei o ano com 34 livros lidos.
Nessa mesma postagem de 2014 escrevi que esse ano eu cursaria Letras e iria poder dar um jeito na bagunça que é a minha vida. De fato, estou cursando Letras e tentando organizar a bagunça.

Esse ano finalizo com 45 livros lidos:

1- "A Salvo de nada"- Olivier Adam
2- "Meio Sol Amarelo"- Chimamanda Ngozi Adichie
3- "Falando com o anjo"- Vários autores
4-"Americanah"- Chimamanda Ngozi Adichie
5-"Dentro de ti ver o mar"- Inês Pedrosa
6-" O Mundo Se Despedaça " - Chinua Achebe
7- "A Paz Dura Pouco"- Chinua Achebe
8- "O Tempo Envelhece Depressa"-Antonio Tabucchi
9- "Poesia Errante"- Carlos Drummond de Andrade
10- "Lutar com palavras"- Irandê Antunes
11- "O melhor de Hagar, o Horrível- Dik Browne ( HQ)
12- "Mafalda 3"- Quino (HQ)
13- " Por que (não) ensinar gramática na escola"- Sírio Possenti
14- "A Educação pela pedra"- João Cabral de Melo Neto
15- "Iniciantes"- Raymond Carver
16- "Tudo o que tenho levo comigo"- Herta Müller
17- "68 Contos de Raymond Carver"- Traduzidos por Rubens Figueiredo
18- "Preconceito Linguístico"- Marcos Bagno
19- "Sobre a beleza"- Zadie Smith
20- "Hibisco roxo"- Chimamanda Ngozi Adichie
21- "Como respirar debaixo d'água"- Julie Orringer
22- "Contos da Ilha e do Continente"- Lúcio Cardoso
23- "Para compreender Saussure"- Castelar Carvalho
24- "Relatos de um mundo sem luz"- Jan Santos
25- "Da boca pra dentro"- Yohana Sanfer
26- "Lavínia e a árvore dos tempos"- Lucinei Campos
27-  Poemas 1913- 1956, Bertolt Brecht, seleção de Paulo Cézar de Sousa

28- "Clarice,"- Benjamin Moser
29- "Baladas"- Hilda Hilst
30- "O oceano no fim do caminho"- Neil Gaiman
31- "Caminhos Infernais- Larissa Sposito
32- "Primeira poesia"- Jorge Luis Borges
33- "Assalto ao Banco Central- J. Monteiro e Renê Belmonte
34- "O inventário das coisas ausentes"- Carola Saavedra
35- "As duas faces do destino"- Landulfo Almeida
36- "O amor de uma boa mulher"- Alice Munro
37- "A festa da insignificância- Milan Kundera
38- "A morte do gourmet"- Muriel Barbery
39- "Madame Bovary"- Gustave Flaubert
40- "No teu deserto"- Miguel Sousa Tavares
41- "Teatro do Oprimido- Augusto Boal
42- "Ao Farol"- Virginia Woolf
43- "Só por hoje vou deixar meu cabelo em paz"- Cristiane Sobral
44- "A vida de Galileu"- Bertolt Brecht
45-"Doze anos de escravidão"- Solomon Northup


Outro tipo de serviço que tenho notado principalmente nas mulheres. Muitas delas são caprichosas e criam algo artesanal para acompanhar de brinde para seus sorteios. São bordados, estampas, confecção de chaveiros, fichários, agendas, bolsas de tecido, itens de papelaria e outras utilidades para acompanhar os livros.
Isso é um tipo de serviço que pode ser levado para o lado profissional, o blogueiro que também é artesão pode fazer tais brindes sob encomenda do escritor ou editora.
Camisas estampadas, brindes personalizados, entre outros produtos com foco mais publicitário, a ser distribuído em eventos ou até mesmo comercializados junto com o livro pode muito bem ser tarifado e apresentado.
O blogueiro artesão pode criar um catálogo com tudo o que pode produzir, com seus respectivos valores. Todas essas alternativas são uma questão de negociação e publicidade.

 Leo Vieira

Acompanhe a campanha de incentivo à leitura "Leia + Livros", do Leo Terário.

® Leo Vieira- Direitos Reservados 


No dia 19 de dezembro, estive em Niterói para fazer a cobertura da feira LAV, que ocorreu das 10h às 16h, no Horto do Barreto, no Parque Palmir Silva, um ambiente receptivo e acolhedor, que contou com apoio completo da Biblioteca Popular Monteiro Lobato.
O evento contaria com a presença de sete autores, mas infelizmente dois deles não puderam comparecer por motivos de saúde, então, dessa vez, não pude conhecer pessoalmente o lindo do Vinícius Grossos, autor de "Sereia Negra" e "O garoto quase atropelado" e nem a Thati Machado, autora de "Ponte de cristal" e "Com outros olhos". Assim, os autores que estiveram presentes foram:
Lucinei Campos, com seus livros "Lavínia e a árvore dos tempos" e "Lavínia e a magia proibida", além de brindes especiais, como varinhas produzidas por ele mesmo.

2015. O ano que iniciei a minha graduação em Letras.
Uma greve no início do ano letivo fez com que o primeiro semestre fosse cancelado e iniciássemos o segundo sem ter feito o primeiro. No começo foi assustudor. Como fazer Introdução aos Estudos Literários II (IEL) e Leitura e Produção de Textos II (LPT), sem ter feito IEL I e LPT I? Mas a gente se adapta, faz o possível para entender a matéria e não ficar com dúvidas. Os professores também foram bastantes compreensivos, o que ajudou bastante.

O que eu percebi que mudou em mim depois que comecei o curso:
1) Tornei- me bem mais seletiva e criteriosa na escolha de livros para ler. A carga de leituras é muito grande, não sobra muito tempo para leituras de lazer, por isso, quando o posso fazer, é bom que seja com algum livro realmente do meu interesse. 
2) Passei a dar mais atenção a livros de não-ficção como livros acadêmicos e teóricos, por exemplo.
3) Descobri que nem todos os livros são para serem lidos por completo. Não há tempo. Vamos direto ao ponto, lemos o capítulo que trata do assunto que estamos estudando e passamos para o próxmo.
4) Constatei que estudar idiomas é fascinante. É muito bom ir conhecendo e  desbravando as particularidades do idioma de nosso interesse. Fiz isso em Língua Espanhola I e Língua Latina I.
5) Mudei meu conceito de “férias”. Antes era sinônimo de descanso, agora é sinônimo de revisão do que foi ensinado ao longo do semestre. Vou usar as férias para revisar o conteúdo da matéria que não fui tão bem quanto eu gostaria de ter ido e revisar conteúdos de outras para não esquecer.

Apesar da forma um pouco conturbada que começou minha graduação, concluí esse primeiro semestre sem ficar de exame e sem pegar nenhuma dependência. Fiquei um pouco chateada da minha menor média ter sido na matéria que eu mais gostaria de ido bem e surpresa porque a matéria que no início pensei que me sairia mal, foi a que eu fiquei com a maior média, mas nesse segundo semestre vou me dedicar ainda mais aos estudos e vou tirar notas ainda melhores.
2016 que me aguarde!



Existem muitas páginas deste tipo, e algumas delas são criadas e administradas por blogueiros. E por esse motivo, não vejo motivo melhor para apostar a venda de seu lote de livros.
O blogueiro já tem toda a intimidade virtual para articular a sua comunicação entre profissionais de todos os ramos e inclusive entre os próprios blogueiros. Existem blogueiros que tem capacidade de comunicação entre editores e editoras de forma melhor do que muito agente literário. A questão é que muitos dos próprios blogueiros não compreendem o seu potencial.
Portal de vendas é algo muito simples de fazer. Ele envolve algo que blogueiro tem de sobra que é a disciplina. As demais qualidades já estão em seu cotidiano.
Um blogueiro geralmente tem sintonia com várias medias de divulgação. Neste mesmo ritmo, ele está sempre fazendo pesquisa de local, conhecendo as "tribos" de leitores específicos para lerem as resenhas de temáticas preferidas. Também terá contato com escolas, para fazer boas recomendações sobre livros didáticos e infantis. Tudo isso pode ser remanejado para que desenvolva um projeto comercial altamente lucrativo.
Todas as coordenadas de marketing de venda já fazem parte da vida do blogueiro e ele nem mesmo sabe. Ele sabe onde apresentar a obra em que fez resenha e pra quem pode vender. Ele saberá as comunidades de leitores por onde poderá apresentar a obra a ser vendida e enviada através do link.
Junto com isso, o blogueiro que comenda o portal de venda de livros também sabe desenvolver e divulgar a apresentação biográfica da obra e do autor, além de fazer toda a manutenção e comissionamento no balanço das vendas do lote.

E com tudo evoluindo, pode-se até mostrar o balanço de vendas para uma editora, que pode se interessar em investir no lote mínimo a ser distribuído aos poucos pelas livrarias próximas. É tudo uma questão de disciplina e evolução.
Leo Vieira

Acompanhe a campanha de incentivo à leitura "Leia + Livros", do Leo Terário.
® Leo Vieira- Direitos Reservados 

Este é um livro de poemas no qual a poesia de Cristiane Sobral se configura em um convite à vermos como o negro ainda é mal visto, como o racismo ainda é enraizado na estrutura social brasileira.
A autora faz uso de uma afiada ironia para enriquecer seus poemas. Como é o caso de "Fantasia", do qual destaco os seguintes versos:

"Hoje acordei branca
Loira, olhos azuis
Na verdade nem levantei da cama
Porque segundo as estatísticas
As brancas ganham mais
As brancas vivem mais
As brancas vivem"
Nele, ainda podemos observar a diferença entre a mulher negra em relação a mulher branca.

A autora também fala muito sobre "escurecimentos necessários". O que vem a ser escurecimentos necessários? Penso que é nos conscientizarmos  da causa negra. Nós negros, tomarmos consciência de nós mesmo e de nossa história.

Conheci a autora no ano passado, por meio do poema "Não vou mais lavar os pratos", presente no arquivo Geledés. O poema me tocou tanto que fui pesquisar mais sobre a autora e coincidentemente, ela estaria na FlinkSampa, então a conheci pessoalmente.
Na época, o livro "Não vou mais lavar os pratos" estava esgotado, mas está para sair um nova edição.



Uma boa parte de blogueiros (em especial, as mulheres) falam fluentemente inglês, espanhol e até mesmo outros idiomas. Eu já vi situações de blogueiras que leram o livro em inglês e fizeram resenhas muito antes do livro ser traduzido e lançado. É um bom caso de profissional que anda sempre na frente.
O serviço de tradução funciona da mesma forma que um de revisão. O profissional geralmente faz um serviço mais técnico possível, sem se atentar muito com o sentido da obra. Por esse motivo também que muitos textos são revisados depois de traduzidos.
Neste caso de tradução, o blogueiro que traduzirá o livro do português para o inglês, espanhol ou outro idioma, já conhece bem o idioma que estuda, inclusive certas gírias e palavras mais coloquiais para a obra. Isso tornará a linguagem do livro ainda mais especial para o público estrangeiro. O blogueiro muitas vezes conhece mais sobre o texto do que o próprio autor e sendo contratado para um serviço profissional, irá aprimorá-lo de forma inimaginável.

O texto é o principal ingrediente para o autor se apresentar e o mesmo não pode ser adaptado com linguagem arcaica e obsoleta. Confie o serviço de tradução à um blogueiro profissional e compare o desenvolvimento.
Leo Vieira

Acompanhe a campanha de incentivo à leitura "Leia + Livros", do Leo Terário.
® Leo Vieira- Direitos Reservados


Esse tipo de serviço é realizado por muitos profissionais das letras, geralmente
também por outros escritores. A questão é que poucos sabem que um blogueiro pode ser um leitor crítico tão bom e até mesmo melhor que outro profissional.
O trabalho funciona na revisão. Mas não fica somente nisso. O copidesque também faz uma leitura com um olhar crítico, raciocinando pela ótica dos personagens e procurando lapidar e adaptar certas palavras, frases e até mesmo textos inteiros de forma que suavize e deixe o livro cada vez mais "digerível". Algo como uma faxina textual, tornando a expressão mais profissional possível.
Neste ponto, o blogueiro tem uma afinidade maior por conta da vasta capacidade de articulação para explicar o entendimento de muitos personagens. Junto com a leitura, ele também faz a pesquisa do conteúdo da obra, sugerindo e palpitando sobre melhoras na apresentação e conteúdo, garantindo a boa fluência e articulação das ideias no livro. Também é revisado a concordância gramatical, adição e/ou redução de conteúdo textual, até a obra ficar mais polida pelo melhor ponto de vista, seja comercial como ambiental.

Você escritor quando pensar em contratar este serviço, pense mais naquele blogueiro profissional que está sempre por perto. Será um serviço especial.
Leo Vieira

Acompanhe a campanha de incentivo à leitura "Leia + Livros", do Leo Terário.
® Leo Vieira- Direitos Reservados


Gente, venho comunicar a todos vocês que o blog foi convidado para fazer a cobertura desse evento que acontecerá em Niterói no dia 19 de dezembro, das 10hs às 16hs.


Estarei muito bem acompanhada com a Aline Lucas, do Recicla Leitores; a Francylene Silva, do Mais QI Nerds; a Mari Matelote, do Blog Maravilhosas Descobertas e com a Fernanda Figueiredo, do Blog Livros Minha terapia

Quanto aos autores, estarão presentes Lucinei Campos, com seus livros "Lavínia e a Árvores dos Tempos" e seu segundo livro, recém lançado, "Lavínia e a Magia Proibida"; Yohana Sanfer, autora dos livros "Da Boca para Dentro" e "É de menina, é de menino"; Vinícius Grossos, autor de "Sereia Negra" e "O Garoto Quase Atropelado"; Sérgio Pereira, autor da do livro "Enviada";  Thati Machado, autora de "Ponte de Cristal" e "Com outros olhos"; Clara Savelli, autora de "Mocassins e All Stars"; e Juliane Rodrigues, autora dos livros "Salvos pelo amor" e "O grande tesouro e os pequenos perdidos".

Acessem a página do evento, confirmem presença e convidem os amigos: Feira LAV- Livros e Autores Viajantes.

Blogueiros são os profissionais mais articulados e comunicativos da internet. Sem eles, os eventos culturais literários ganham pouca popularidade, além de correrem o risco de passarem no anonimato. Todo escritor bem desenvolvido sempre tem uma boa equipe de blogueiros ao lado.O que pouca gente sabe é observar o alto nível de profissionalismo que está neles. Muitos também mantém uma visão preconceituosa sobre eles. É claro que existem controvérsias, assim como em toda esfera profissional, o que não poderia ser diferente na situação de blogueiros.
Presenciei muitas polêmicas de todas as partes. Desde blogueiros que comercializavam livros doados, como também de blogueiros que aceitavam mentir na resenha somente para ganhar livros; profiles fakes que plagiavam resenhas, entre outras coisas. A questão é que todos os blogueiros, assim como qualquer profissional, deve fugir de qualquer conivência pejorativa e lutar pela sua integridade.
A intenção deste novo blog é abrir os olhos para os iniciantes e também reciclar os veteranos com dicas importantes para o desenvolvimento profissional de sua arte. Ler, pesquisar e esboçar opinião são dons artísticos que devem ser respeitados e valorizados.

Isso mesmo; blogueiro também é formador de opinião. Também teremos projetos mais voltados para os blogueiros escritores. Continuem nos acompanhando e aguardem novidades.

Leo Vieira


Acompanhe a campanha de incentivo à leitura "Leia + Livros", do Leo Terário.

® Leo Vieira- Direitos Reservados 

Nossa geração está muito habituada a aceitar lixos culturais como se fossem "entretenimento". Devemos sim respeitar as diferenças e gostos, mas não ficar por baixo desta ditadura modista que tenta nos impor o que é bom no momento. Não somos obrigados a seguir modas e tendências, sejam elas quais forem. Mas quando lemos, podemos ter conhecimento e perspicácia o suficiente para saber o que é o melhor para a gente.
A internet tenta nos persuadir sobre o que é popular e o que é melhor. Isso nunca foi assim. Existem empresas especializadas a construir tendências comerciais e infelizmente pessoas de mentes mais vagas podem se deixar levar e adotar as tais ideias. Persuasão comercial, indução, sugestão, para não falar hipnose e lavagem cerebral completa.
Com a leitura, ficamos mais preparados para nos defender e também a contra-atacar quando essas vis e sorrateiras modas tentam nos assaltar nas ideias. Temos o direito de nos manter pensantes e militantes sobre nossas decisões e opiniões. A leitura te preparará nisso.

Seja um bom leitor e se descubra neste mundo. Você aprenderá a se policiar e pensar da maneira como os grandes sábios questionavam as suas próprias ideias. Queira sempre o melhor para a sua vida, mantendo a integridade.

"Leia + Livros" com Leo Terário
® Leo Vieira- Direitos Reservados 







Para comemorar o aniversário de 2 anos do blog Um Oceano de Histórias, me juntei a mais sete blogs- Conjunto da Obra, Imaginação Literária, Coisas de Diane, I Love my Books, Histórias existem para serem contadas, Milkshake de Palavras e Eu pratico livroterapia- para comemorar essa data tão importante. Espero que todos participem!




As regras são simples. Vamos, então, a elas:
-O sorteio tem início hoje e termina dia 08/12;

-Ter endereço de entrega em território brasileiro;

-Deixar um e-mail para contato nos comentários;

-Preencher os formulários abaixo;

-Cumprir as entradas obrigatórias;

-As chances extras são opcionais, mas aumentam a probabilidade de vencer;


-O vencedor deverá responder o e-mail em até 72 horas. Não havendo resposta será realizado um novo sorteio;

-Cada blog terá o prazo de 60 dias para enviar o prêmio e, por esse motivo, eles podem chegar em momentos diferentes.








O aprendizado é um tesouro que ninguém pode te tomar. Uma riqueza que pode te levar para muito longe, não comprando nada, somente conquistando. Você atrairá pessoas e também terá inteligência para discernir as intenções das mesmas. Ninguém gosta de estar perto de pessoas ignorantes, da mesma forma que também ninguém pode ser tão ingênuo quando se aprende muito. Neste ponto, a leitura lhe trará essas duas alternativas para estratégia pessoal.
Cultura é algo de muita importância. A cultura usada para o bem, constrói caráter. A cultura deve ser usada para atrair e manter coisas boas por perto. Nos trás uma melhor ótica do mundo e nos ajuda a seguir a vida de uma forma positiva. Viver bem é fazer coisas que nos trazem motivação. Cultura é divertimento acessível ao alcance de todos.

Quando lemos, temos a oportunidade de transformar conhecimento em oportunidades. Aprendemos sobre coisas que nos deleitam. A música, a literatura e todas as formas de arte são manifestadas antes em um planejamento. Passam pelo crivo da escrita também. Todos os artistas e pensadores que criam precisam ler para isso. Também precisamos ler para aprender e compreender.


"Leia + Livros" com Leo Terário
® Leo Vieira- Direitos Reservados 


O livro Poesia brasileira do século XX dos modernistas à actualidade (Antígona, 2002) é uma antologia poética organizada pelo português Jorge Henrique Bastos.
Esta obra tem quase 400 páginas e por isso farei uma postagem para mais ou menos cada cem páginas, assim posso falar de cada autor presente sem que o post fique necessariamente enorme. Dito isso, vamos ao que realmente interessa.
Após  uma belíssima introdução intitulada "Em busca da modernidade", começa a antologia, iniciando-se por um dos maiores nomes da modernidade brasileira: Mário de Andrade. Eu, particularmente, esperava mais e me decepcionei um pouco. Só tem três poemas dele: "Ode ao burguês", "Eu sou trezentos" e "A meditação sobre o Tietê", este último ocupou cerca de oito páginas, mesmo com algumas partes cortadas. Penso que estas oito páginas poderiam ter sido melhores ocupadas com poemas menores e mais conhecidos.

É muito bom poder conversar sobre tudo e não deixar um assunto definhar e ficar sem graça. Isso pode acontecer com todos, principalmente quando estamos com alguém que queremos muito conversar, conhecer e ter atenção. As palavras podem sumir com o assunto e tudo ficar naquele clima de "gelo".
Cuidado para não começar a perguntar sobre o que a pessoa gosta de fazer, ou questionar o tempo ("acho que vai chover hoje") ou qualquer outro tipo de conversa clichê. O tema de hoje não é ensiná-lo a namorar, mas focar no benefício que a leitura pode lhe trazer através do dom da comunicação.
A leitura facilita a comunicação porque nos abre a compreensão e articulação do vocabulário. Outra questão é que lendo romances, também aprendemos a compreender outras linhas de raciocínio, sejam de personagens ou de seus próprios autores. Aprendemos a pensar e a nos expressar como tais personalidades e assim, sabemos conduzir qualquer tipo de conversa, alternando para qualquer assunto.

Desfrute desses benefícios através de um bom tempo de leitura diária. Livros só lhe trarão benefícios e o seu senso comunicativo será admirável.


"Leia + Livros" com Leo Terário
® Leo Vieira- Direitos Reservados 


Domingo, dia 25 de outubro, fui na exposição da Frida Kahlo (1907-1954) que está acontecendo aqui em São Paulo. Estive acompanhada de duas amigas da faculdade, a Amanda, que é de Letras e a Isa que cursa História da Arte (e é carioca). Pegamos a seção das 17h às 19h00.

Logo no começo tem um guarda-volumes para guardar mochilas e bolsas grandes, é permitido fotografar as obras, desde de que seja sem flash, mas não pode fazer anotações, o que para mim não faz sentido.

No mercado de trabalho, tudo é muito determinado pela sua forma de se comunicar. Você precisa escrever, elaborar, organizar, definir metas, apresentar organização de todas as maneiras, além de também se expressar em seus direitos às vagas em potencial, seja na proposta de emprego, quanto na mudança de cargo.
A leitura é importante na vida profissional. Quando não lemos, ficamos com tendência à preguiça nos desdobramentos burocráticos. Não ficamos com interesse em pesquisar mais sobre o que a empresa pode nos oferecer, nem mesmo em reciclar nossas especialidades para evoluir seja na empresa ou fora dela. Nem mesmo ficamos motivados para estudar em outra graduação. Como veem; tudo é muito agregado ao que você quer para o seu futuro profissional.

Se você ainda se sente retido em se estimular na leitura, comece com pequenos contos, depois crônicas, livros curtos e por fim, literaturas de vários gêneros. Não tenha preguiça em pesquisar e ler mais sobre o que você está aprendendo. Em breve, verá como toda a leitura abriu a sua mente para aprender mais e se aprimorar nas leituras técnicas na vida profissional.


"Leia + Livros" com Leo Terário
® Leo Vieira- Direitos Reservados 

Posso até parecer ingênua, mas eu nunca pensei que isso fosse acontecer comigo. E agora que aconteceu, não sabia nem o que fazer. Dei um tempo para minha cabeça esfriar e depois de pensar muito resolvi fazer este post. 

Fiquei sabendo recentemente que eu fui plagiada e o pior, isso já faz um tempão, mas por vontade do destino, só fiquei sabendo disso agora. 

Como é de conhecimento de todos que acompanham o blog e as redes sociais, vez ou outra tem algum post sobre o escritor Lucinei Campos ou sobre seus livros. Não faz muito tempo, fiz uma postagem falando da nossa amizade e o parabenizando pela ocasião de seu aniversário. Em maio do ano passado eu o entrevistei e foi justamente essa entrevista que foi plagiada. A pessoa o “entrevistou” em março desse ano e esses dias o Lucinei repostou na página de seu livro o link dessa entrevista. Como eu tenho o hábito de acompanhar o trabalho dele, fui conferir e na primeira pergunta eu falei assim: “nossa, parece com a que eu fiz para ele na minha entrevista”, daí eu li a segunda: “Nossa, essa também”, a terceira “e essa, peraí… são todas minhas perguntas!”. Aí eu fiquei nervosa e quando eu fico nervosa começo a tremer, então eu estava segurando o mouse de uma forma que eu nem sei explicar. Eu não estava conseguindo raciocinar direito, não sabia o que fazer, mas a primeira coisa que fiz foi falar com o autor. Expliquei a situação e ele foi bastante compreensivo, tentou me acalmar e disse que ia tirar o link do ar, o que ele fez no mesmo minuto. 

E assim o jovem leitor estava tão compenetrado em sua leitura quando, de repente, o percurso literário começou a ficar disforme. A leitura que estava tão agradável à algumas páginas, de repente foi ficando incompreensível e desgastante, fazendo o hábito de virar as páginas se tornar automático. As letras se tornaram disformes e todo o rumo se transformou em um aglomerados de "Blábláblá..." e de longe o texto inteiro ficou com cara de "NONONONONONON". O texto ficou incompreensível e você
acaba fazendo uma expressão decepcionada de frente para o livro.
Isso não acontece somente na leitura não. Às vezes, também nos dispersamos em um assunto chato que ouvimos. É claro que nós não somos nenhuma máquina para ficar incansavelmente focados em um estudo ou leitura (recomendo uma pausa de dez minutos a cada uma hora de leitura). O cérebro também precisa de uma pausa para poder "digerir" o conteúdo de informações processadas. Mas não faça pausas para ler outras coisas. Vá para a janela do apartamento ou então para o quintal da casa. Admire uma paisagem, aquário, quadro, ou o que for para recuperar a mente para outra jornada de leitura e/ou escrita. A mente é igual um recipiente; precisa ser esvaziado para receber novo conteúdo e assim vai sucessivamente.

Quando você lê, passa a compreender melhor as palavras, linguagens e significados. Até se dá ao luxo de captar o que o escritor tentou passar através de uma linguagem mais rebuscada e isso chega a ser um prêmio interior, provocando um certo contentamento. Outra coisa boa é quando começamos a compreender o que um professor ou uma pessoa intelectual quer dizer. Isso são uma das demonstrações do poder de compreensão que a leitura proporciona.


"Leia + Livros" com Leo Terário
® Leo Vieira- Direitos Reservados

A melhor parte da vida


Hoje é um dia especial. É o dia em que o autor Lucinei Campos faz aniversário. Como não poderia deixar de ser, venho lhe dar minhas felicitações.

Eu o conheço há mais ou menos dois anos.
Eram meados de 2013, quando, se não me foge a memória, ele me mandou um recado no Skoob divulgando a sinopse de seu livro Lavínia e a Árvore dos Tempos. Eu me interessei pela premissa e o respondi, nos adicionamos como amigos e no dia 16 de outubro o Skoob me mostrou que era seu aniversário e eu o parabenizei. Acho que foi aí que surgiu a primeira centelha de amizade. Desde então passamos a conversar bastante e vai ser estranho o que eu vou dizer agora, mas é este o sentimento, eu sinto como se o livro dele fosse meu também. Sabe quando você quer tanto bem a uma pessoa que as conquistas dela são como se fossem suas conquistas também? É isso que eu sinto. Eu posso dizer que acompanhei quase todo o processo da publicação de LAT, desde quando o livro era só um documento no word, até quando o Lucinei estava procurando editoras e chegou a conclusão de que ele poderia publicar de forma independente. O que aconteceu em junho do ano passado. Agora, LAT é oficialmente um livro, com mais de um ano de vida e muitos leitores pelo Brasil e daqui a pouco, com muitos leitores pelo mundo, porque com todo talento que o Lucinei tem, o céu é o limite. 
O autor já publicou seu segundo livro, Lavínia e a Magia Proibida. Este segundo livro foi publicado também de forma independente na Bienal do Livro Rio desse ano, no dia 6 de agosto. Não preciso nem dizer que o livro foi um sucesso. O autor esteve três dias oficias na Bienal, mas antes do último, não tinha mais livros para vender, eles se esgotaram em um piscar de olhos.

Que coisa boa ter o que escrever. As palavras são brinquedinhos mágicos que nos ajudam a transmitir pensamentos nobres que transformarão a vida de muitos amigos.
Já aconteceu de você "travar" enquanto tenta escolher as palavras corretas para descrever um ambiente? Isso acontece com todos, não é? Pois bem, isso é muito normal. Mas a leitura ajuda a facilitar o processo de escrita.
Talvez você pode até achar que isso não seja importante, mas veja bem; ultimamente as empresas têm dado muita importância na avaliação textual do candidato. Isso porque ele exercita muito através da leitura. O grau de aprendizado também é analisado na escrita. A forma que ele emprega as palavras, e muito mais.
A caligrafia também é analisada, com avaliações psicológicas para observar se ele realmente está falando a verdade e demonstra segurança na ideia que ele quer passar. Mas voltando à escrita, em uma redação se estuda o grau de aprendizado e criatividade que o candidato utilizou para poder se expressar e manifestar se realmente merece tal vaga. A leitura é de extrema importância na vida do leitor e do escritor também.
Você lê, você pensa, você esboça, você lê novamente, você revisa, enfim, tudo é leitura e construção. Somente com leitura aprofundada que você aprenderá a coordenar as palavrinhas úteis para construir grandes obras e expressar os seus estudos acadêmicos.

Da mesma forma, assim como eu estou fazendo agora, faça o mesmo. Estimule a leitura de seus amigos. Desta forma, também aprenderemos todos a nos expressar melhor e assim, ter uma escrita mais criativa e aprofundada em nossos estudos e obras literárias.


"Leia + Livros" com Leo Terário
® Leo Vieira- Direitos Reservados

Venho anunciar para todos que agora o blog tem caixa postal!
E recebemos um presente muito fofo da nossa parceira Bárbara Prado, do blog Myself Here.
Ela nos mandou marcadores e um recadinho muito lindo. Aproveito para agradecê-la publicamente pelo carinho. Foquem na belezura que é a letra dela ^^
Então, vocês já podem me mandar afeto, cartas, marcadores, livros e o que mais desejarem, via Correios. 

Maria Ferreira
Caixa postal 50
Guarulhos-SP
07112-970



É comum em uma conversa faltar aquela palavrinha adequada para a expressão. Por isso algumas pessoas usam tanto gírias e até palavras sem sentido algum. Se você é daqueles que vive dizendo "coisa", "parada", "negócio", entre outras palavras sem nexo, é melhor rever mais os seus conceitos. O português pronunciado corretamente lhe trará muitos benefícios.
A leitura, além de vários outros benefícios, também lhe enriquecerá o vocabulário. Quando a gente lê, aprende palavras mais adequadas para empregar no cotidiano. Já pensou você conversar com a pessoa que gosta e não saber tocar o rumo do assunto por falta de palavra correta? Ou então, pior ainda, quando usamos uma palavra que não tem nada a ver com a situação?! Isso acontece com todos, principalmente em um momento de grande atenção, como em um discurso, por exemplo. Talvez você nem tenha o texto pronto e é obrigado a discursar e agradecer sobre algo. Apresentação de trabalhos na faculdade, apresentação no trabalho, pregação em igreja e outras situações em que terá a atenção de mais de duas pessoas, enfim, qualquer coisa que fuja de uma conversa informal, você terá que usar bem do seu vocabulário. E somente com a leitura que você construirá isso.
Em um livro, palavras repetitivas cansam o leitor. Em um jornal também. O jornalista ou escritor tem que estar bem preparado para nçao fazer o leitor se perder no tédio ao acompanhar as palavras apresentadas na obra. Quanto mais rico e criativo o texto for, mais fácil será o percurso do leitor em sua viagem literária.  A leitura ajuda a construir boa leitura para os que te acompanharem.

Apresente ideias novas e seja criativo. Cuidado para não ser enfadonho e usar coisas obsoletas. Linguagem rebuscada não é sinal de vocabulário rico. Seja modesto na escrita. Apresente um bom conteúdo, sem ter que obrigar o leitor a consultar um dicionário. Com muita leitura, você irá longe na comunicação.



"Leia + Livros" com Leo Terário
® Leo Vieira- Direitos Reservados 


O blog Minhas Impressões, em parceria com o autor Lucinei Campos, vai sortear um exemplar autografado e marcadores do livro Lavínia e a Árvore dos Tempos. Para concorrer, basta seguir o regulamento.

Regulamento
Ter endereço de entrega no Brasil;
Responder nos comentários dessa postagem a seguinte pergunta:

O que você faria se ganhasse uma fada rabugenta e essa fada fosse homem?

Critérios de escolha
O autor escolherá a resposta que julgar ser a melhor.

Duração do concurso
01.10.2015 até 31.10.2015.

Resultado
O resultado será divulgado na página do livro no Facebook no dia 02.11.2015.
Entraremos em contato com o vencedor, que terá até 48h para nos responder, caso contrário será escolhida outra resposta.

Para acompanharem as novidades do livro e as novidades do autor, sugerimos que curtam no Facebook as páginas Lavínia e a Árvore dos Tempos (clicando aqui) e Lucinei Campos (clicando aqui).

Sobre o livro
Lucinei Campos trabalha de forma muito natural e nada forçada situações de bullying que é comum as crianças vivenciarem na escola. Além disso, desconstrói a visão que os filmes e desenhos passam das fadas: de que são criaturinhas pequenas e femininas. Quem disse que uma fada não pode ser um homem? Também insere elementos didáticos em seu livro, como uma forma diferente de contar o episódio do Descobrimento do Brasil e personagens do folclore brasileiro, como o Curupira e o Boitatá. Ainda, promove uma aproximação do modo de se vestir e falar das pessoas que vivem no Norte do país. Com isso, temos um livro que valoriza a cultura nacional. O que é um diferencial num país onde as pessoas costumam dar mais valor ao que vem de fora e esquece o que temos aqui dentro.

Para conferir a resenha completa clique aqui.

Colegas literários, o Conselho Internacional de Ciências, Letras e Artes (CONINTER), em parceria com o Colégio ABEU está promovendo a Primeira Exposição de Artes e Letras.
Para nós, escritores, a exposição será de 11 a 14 de novembro de 2015. Não haverá taxa de inscrição para os escritores, mas eles são convidados a doarem um livro para o acervo do CONINTER.
- Data de inscrição até dia 15 de outubro e de envio de exemplares até o dia 3 de novembro.
- Poderão expor até 50 (cinquenta) exemplares de títulos diversos por autor para exposição e
venda.
- Os livros devem ser listados com valores para venda e poderão ser comercializados com autorização por escrito.
- Em caso de lançamento de obra, o autor deverá estar presente.
- Marcadores serão permitidos.
- Banners não poderão ser expostos.
- Comissão de 20% sobre as vendas dos escritores.
- A organização da exposição se responsabilizará pelo envio dos valores aos escritores em
caso de venda.

- Os inscritos se responsabilizarão com os custos de envio dos livros bem como os custos de devolução dos mesmos ao seu destino após a exposição, a cobrar via correio ou transportadora,
conforme instrução do escritor.
- O recebimento e retorno das obras ficarão aos cuidados do Senador do CONINTER Artes do Rio
de Janeiro Profº Marcelo dos Santos Feijó.
- Os livros devem ir embalados com invólucro a ser usados novamente na devolução.
- Os escritores que estarão presentes poderão levar o lote de livros pessoalmente, desde que a montagem seja antecipada.
- Serão emitidos certificados de participação.

Para participarem, solicitem a ficha de inscrição e autorização de exposição e venda, que
deve ser preenchida e assinada.
e-mail: coninter.artes@gmail.com