Todos nós já passamos por isso, principalmente na época escolar. Quantas vezes não tivemos que ler um livro chato, enfadonho e indigesto somente por se tratar de uma imposição de tarefa? Nem sempre estamos preparados para isso.
Acontece também que nós precisamos desenvolver o nosso senso crítico e também de interpretação. E isso se aprende somente em literaturas mais difíceis, como as que nos são recomendadas desde a época da escola. E o aprendizado é uma verdadeira pinça para desatar os nós do aprendizado obscuro.
A partir do momento em que nos entregamos a um livro chato, temos dois dilemas: um é tentar decifrar o que o autor quer nos contar com aquilo. O outro é como que iremos conhecer o autor.
Cada autor tem a sua forma de contar a sua história. É desta forma que um autor se consagra, seja qual obra for. Isso faz uma grande diferença. As histórias complexas nos estimulam no senso crítico e de aprendizado, e desta forma, aprendemos a andar junto com o raciocínio do escritor.
Eu já comentei certa vez de que não existe piada ruim e sim piada mal contada. No caso dos livros também. Existem livros difíceis, mas se você se desenvolver, irá descobrir coisas preciosas que jamais poderia imaginar que encontraria em uma leitura cansativa.
Tudo funciona como uma arte de escavar um terreno acidentado em busca de joias brutas, porém preciosas com a devida lapidação. Então prepare a mente e decifre. É hora de turbinar a sua imaginação.

3 Comentários

  1. Oi, Leo! Gostei do seu texto. Sempre defendo que, lendo um livro que não gosta, você pelo menos aumenta seu vocabulário :P Então nada é desperdiçado.

    Beijos
    Nati

    www.meninadelivro.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Natália. Um livro difícil é como uma pedra bruta, que pode ocultar uma joia valiosa. Muito bonito o seu blog.
      Grande beijo,
      Leo Vieira

      Excluir
  2. Oi Leo, tudo bem?
    Eu concordo em parte com você. Sei que alguns livros são difíceis de ler e acabamos achando ele chato, mesmo sendo uma boa obra. Mas também acho que há livros que independente da linguagem utilizada pelo autor são chatos sim. Mas acredito que mesmo assim devemos dar uma oportunidade pois sempre há muita coisa a se aproveitar em uma leitura.

    Beijão :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)