DO CONTO “FELICIDADE CLANDESTINA”
“(...) Mas possuía o que qualquer criança devoradora de histórias gostaria de ter: um pai dono de livraria”.

“Era um livro grosso, meu Deus, era um livro para se ficar vivendo com ele, comendo-o. dormindo-o”.

“Até o dia seguinte eu me transformei na própria esperança da alegria: eu não vivia, eu nadava  devagar num mar suave, as ondas me levavam e  traziam”.

“criava as mais falsas dificuldades para aquela coisa clandestina que era a felicidade. A felicidade sempre iria ser clandestina para mim”.

“Não era mais uma menina com um livro: era uma mulher com o seu amante”.

DO CONTO “PERDOANDO DEUS”
“Porque eu me imaginava mais forte. Porque eu fazia do amor um cálculo matemático errado: pensava que, somando as compreensões, eu amava. Não sabia que, somando as incompreensões é que se ama verdadeiramente. Porque eu, só por ter tido carinho, pensei que amar é fácil”.

DO CONTO “TENTAÇÃO”
“Sabe-se apenas que se comunicaram rapidamente, pois não havia tempo. Sabe-se também que sem falar eles se pediam. Pediam-se com urgência, com encabulamento, surpreendidos”.

DO CONTO “OS DESASTRES DE SOFIA”
“Ele me olhava. E eu não soube como existir na frente de um homem”.

“(...) a prece profunda não é aquela que pede, a prece mais profunda é a que não pede mais”.

DO CONTO “UMA HISTÓRIA DE TANTO AMOR”
“(...) dessa vez era um amor mais realista e não romântico; era o amor de quem já sofreu por amor”.

“A menina era um ser feito para amar até que se tornou moça e havia os homens”.

DO CONTO “ÁGUAS DO MUNDO” 
“Ela é a amante que sabe que terá tudo de novo”.

5 Comentários

  1. Oi Maria, tudo bem?
    Clarice é uma deusa, não tem uma que não a admire!

    Beijos
    http://www.estantedasfadas.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá! Indiquei o seu blog em uma tag: http://literaturabstrata.blogspot.com.br/2013/11/tag-blog-versatil.html
    Espero que goste, Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Eu queria poder ter lido só livros bons na minha vida :(

    Um abraço,
    http://oepitafio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. A Clarice Lispector é imbatível mesmo, viu... gostei tanto dessas citações! Confesso que ainda não li livros inteiros dela, somente A Hora da Estrela, mas sempre fico com vontade de ler... Estou pensando seriamente em colocar umas citações dessas no meu blog! Pode?
    beijinhos,
    www.cafecomlivros.blog.br

    ResponderExcluir
  5. É, preciso mesmo conhecer mais obras da Clarisse.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário :)
Se você for blogueiro, retribuirei a visita assim que possível.